Δευτέρα, 28 Οκτωβρίου 2013

ΦΕΡΝΑΝΤΟ ΠΕΣΣΟΑ





FERNANDO PESSOA


SONHOS

Sonhos, sistemas, mitos, ideais…
Fito a água insistente contra o cais,
E, como flocos de um papel rasgado,
A ela dando-os como a um justo fado,
Sigo-os com olhos em que não há mais
Que um vão desassossêgo resignado.

Eles a mim como consolarão -
A mim, que de inquieto já nem choro;
Que na êrma mente e no êrmo coração
Sombras, só sombras, sombra, rememoro;
A mim, em tudo, sempre em vão,
Cansado até dos deuses que não são?



Το υλικό της ανάρτησης μάς το έστειλε η εικονιζόμενη φίλη του ιστολογίου κ. Olivia Palermo.

Δεν υπάρχουν σχόλια:

Δημοσίευση σχολίου